Sim, é isso mesmo!

No texto de hoje vamos abordar os benefícios da beterraba, em que momento ela pode ser usada estrategicamente, a quantidade e horário ideais para consumir a mesma!

Como funciona essa suplementação?

A beterraba possui um composto chamado nitrato.

A suplementação desse nitrato através da alimentação, tem sido frequentemente estudada por fornecer benefícios em exercícios de força, exercícios prolongados, exercícios de curta duração e de treino intermitente.

Uma vez ingerido, o nitrato é reduzido a nitrito e depois a óxido nítrico no estômago.

O óxido nítrico induz vários mecanismos fisiológicos que influenciam a utilização de oxigênio durante a contração muscular.

Ele é produzido nas partes do músculo que consomem ou precisam de mais oxigênio. Essa resposta fisiológica pode ser positiva em termos de função muscular.

E quais os benefícios?

Os benefícios que o óxido nítrico pode proporcionar estão diretamente relacionados com:

  • Aumento do fluxo sanguíneo;
  • Aumento das trocas gasosas;
  • Biogênese mitocondrial;
  • Eficiência e fortalecimento da contração muscular.

Essas melhorias indicam que a suplementação com beterraba pode ter efeitos ergogênicos na resistência cardiorrespiratória que beneficiariam o desempenho esportivo, trazendo melhora na resistência cardiorrespiratória em atletas; aumentando a eficiência, o que pode melhorar o desempenho em várias distâncias; retardando o tempo de exaustão em intensidades submáximas e melhorando o desempenho cardiorrespiratório em intensidades de limiar anaeróbio e consumo máximo de oxigênio (VO2max ).

Então, quando e como usar?

Por tudo que já citamos acima, a beterraba se torna então um excelente pré treino!

O pico de concentração de óxido nítrico no sangue acontece cerca de 90 minutos após a ingestão, portanto o ideal seria tomar um suco ou mesmo comer a beterraba nesse intervalo de tempo antes de treinar, uma vez que o valor máximo de óxido nítrico ocorre em 2–3 horas após a ingestão.

Quanto usar?

A dose a ser tomada pode variar de pessoa para pessoa e de acordo com a modalidade esportiva.

Pelo menos 6-8 mmol de óxido nítrico de admissão é necessária, o que pode ser aumentada em atletas com um elevado nível de formação.

Relação Custo x Benefício

Se você fizer as contas com a gente, vai perceber que 1 kg de beterraba é muito mais barato do que qualquer potinho de pré treino que você for comprar por ai! Sem contar que você estará ingerindo um alimento in natura, rico em fibras e com uma biodisponibilidade de nutrientes muito maior do que qualquer “pózinho” industrial!

Dicas de consumo

Você pode variar entre diversas preparações de suco ou mesma consumi-la na forma sólida sendo ralada ou cozida. As combinações de suco podem ser:

  • Laranja + cenoura + beterraba;
  • Limão + cardamomo + beterraba;
  • Abacaxi + hortelã + beterraba;
  • Melão + gengibre + beterraba;
  • Maçã + gengibre + mel + beterraba;
  • Água de coco + beterraba;
  • Limão + cenoura + pepino + beterraba;
  • Laranja + couve + beterraba;
  • Melancia + limão siciliano + beterraba;

Agende uma consulta para ter essa delícia no seu dia a dia!

Nutricionista Camila
Camila Serrano

Nutricionista formada pelo Centro Universitário São Camilo, pós-graduanda em Nutrição Esportiva e Estética pela Plenitude.
Gosta da área de esportes em geral, mas o coração bate mais forte quando assunto é futebol!

.

Referências

  1. Maughan RJ, Burke LM, Dvorak J, et al. IOC consensus statement: dietary supplements and the high-performance athlete. British Journal of Sports Medicine2018; 52:439-455.
  2. Domínguez, R.; Cuenca, E.; Maté-Muñoz, J.L.; García-Fernández, P.; Serra-Paya, N.; Estevan, M.C.L.; Herreros, P.V.; Garnacho-Castaño, M.V. Effects of Beetroot Juice Supplementation on Cardiorespiratory Endurance in Athletes. A Systematic Review. Nutrients 2017, 9, 43.